O que e como fazer a manutenção da caldeira a gás natural


Nos lares atuais é cada vez mais comum ter aparelhos eletrônicos, aparelhos, sistemas de ar condicionado, aquecimento, etc., que requerem manutenção específica para o funcionamento adequado e garantir que sua vida útil seja mais longa.

Não é de surpreender que nos sintamos sobrecarregados e confusos sobre como e quando devemos realizar essa manutenção.

No caso das instalações de gás, essa tarefa adquire uma importância maior, pois, além da conservação do sistema, nossa segurança e a dos inquilinos podem depender de uma correta manutenção de caldeiras a gás natural.

Devemos saber quais são os prazos para manutenção, se é obrigatório por lei, quem é responsável por executá-la e quais as despesas que ela acarreta. Embora pareça mentira, esses são problemas muito comuns que os usuários de sistemas de caldeira a gás fazem e geralmente podem causar confusão.

O que devemos levar em conta na manutenção de uma caldeira a gás natural?

Existem dois conceitos diferenciados que devemos conhecer no âmbito da manutenção de nossas caldeiras a gás e que serão explicados ao longo deste artigo.

  • Inspeção de caldeiras a gás
  • A revisão da caldeira a gás

Revisão de caldeiras a gás natural

A revisão de caldeiras a gás natural, em geral, é realizada uma vez a cada dois anos. Esta regra nem sempre é cumprida, uma vez que também depende das especificações técnicas do fabricante do nosso sistema, que geralmente vêm no manual de manutenção.

O objetivo da revisão é garantir uma combustão ótima, melhor eficiência energética e vida mais longa, além de controlar o bom funcionamento do próprio equipamento (a caldeira), durabilidade e segurança. Para fazer este tipo de revisão, a opção mais recomendada é ir ao Serviço Técnico Oficial do fabricante, que pode nos aconselhar como eles são os mais experientes da caldeira e estão cientes dos problemas mais típicos que podem surgir, bem como o caminho correto para prevenir e corrigi-los.

Inspeções de caldeiras a gás natural

A pessoa encarregada da inspeção de caldeiras a gás será um trabalhador do distribuidor com o qual você tem o serviço de fornecimento contratado e sua tarefa é rever novamente a operação da caldeira, bem como a instalação de gás completo. Isso inclui tubos, torneiras, medidores, gomas, etc., bem como estanqueidade e estado de conservação do conjunto.

É obrigação das empresas garantir que você realize essas inspeções, e é por isso que, via de regra, elas entram em contato com os clientes por carta ou outro canal, pois além de estarem em casa quando chegam, é necessário ter chaves para medidores ou áreas comuns. alguns casos.

As inspeções são feitas a cada 4 ou 5 anos, dependendo do tipo de gás e da comunidade onde a casa está.

Quanto ao custo das inspeções, deve-se notar que dois conceitos são cobrados. Por um lado, as despesas de gestão do distribuidor que são fixas e sempre têm que ser pagas. O segundo é a inspeção em si.

Importante, lembre-se que o pagamento sempre tem que ser gerenciado através do distribuidor, que nos cobrará através de nossa fatura mensal ou bimestral, portanto devemos sempre nos recusar a pagar o técnico que fará uma inspeção da instalação. gás natural e, assim, evitar fraudes.

Você tem algo mais claro? Se nós o ajudamos muito, mas se você ainda tiver dúvidas, aconselhamos que você converse com seus fornecedores e serviços técnicos para uma melhor orientação.