Loading...


Se você está submerso em um processo de divórcio ou se pretende se divorciar
num futuro muito próximo; você perguntará?
como escolher um bom advogado de divórcio para levar o seu caso para
particular.

Inicialmente, todos
os advogados são perfeitamente aceitáveis ​​para tomar um caso de ruptura de
casais, seja por separação ou divórcio
. Não obstante, todo mundo sabe que, apesar do juiz
ditará sentença de acordo com a norma; o argumento do nosso defensor
(o
advogado) pode decantar ou favorecer um
cliente em particular
.

Por esse motivo, Muitas pessoas estão seriamente preocupadas em encontrar o melhor advogado de divórcio; pensando que, se contratarem seus serviços, obterão todas as prerrogativas que solicitam junto com a demanda. Embora, logicamente, de acordo com os fatos e os fundamentos da lei, seu defensor pode desempenhar melhor seu papel como defensor.

Seja como for, todos nós sabemos que, embora haja apenas uma lei, o advogado que escolhermos nos ajudará a ganhar ou perder o caso. Por esta razão, Decidimos preparar um guia para descobrir quais os critérios mais convenientes para selecionar um profissional legal em conflitos familiares.

Como escolher um bom advogado para o seu divórcio?

Ao selecionar um bom advogado para lidar com divórcios, é recomendável que você observe uma série de qualidades que você deve ter para gerenciar melhor as circunstâncias e os eventos que ocorrerão durante todo o processo de separação ou divórcio.
1) Deve ser uma pessoa que mantenha a calma e a harmonia.
2) O advogado deve empalizar com os menores e com os pais. Todo mundo tem direitos e você tem que respeitá-los.
3) Deve ser respeitoso com as pessoas.
4) Conhecer a atual jurisprudência e doutrina do direito de família.
5) Outras qualidades: saber ouvir, ser ordenado, eloqüente, respeitoso, colaborativo, honesto, etc.
Como escolher um bom advogado de divórcio

1) A tranquilidade como um elemento essencial em advogados que gerenciam
divórcios

Ao escolher um bom advogado de divórcio é aconselhável que você procure um profissional legal que tenha uma série de qualidades em seu modo de ser.

Nós consideramos que Uma das características que este profissional deve ter é a tranquilidade. Ele deve fazer com que seu cliente e seu futuro ex-cônjuge alcancem a paz quando a guerra já começou; especialmente se houver crianças comuns em sua família.

Todo mundo que enfrenta uma família rompe um processo de divórcio ou separação experimentou um processo de muitos sentimentos contraditórios.; onde ressentimentos, dor, raiva e raiva surgem. Às vezes, esses sentimentos negativos obscurecem nosso julgamento e; alteramos os fatos em nossos pensamentos de tal maneira que as boas ações os transformam em maus comportamentos de nosso futuro ex-parceiro.

Da mesma forma, essa falta de
A lógica também nos leva a realizar comportamentos inadequados. Por ambos os motivos
você precisa de um bom advogado ou advogado que sabe se acalmar e manter a cabeça fria
para que eu possa ajudá-lo a tomar suas decisões. Seu advogado deve
aconselhar você quais ações você pode fazer e quais você não pode. Um movimento falso e
Você pode perder em questões importantes, como a guarda de seus filhos.

Por esse motivo, alcançar o PEACE é fundamental para o bem comum de ambos os cônjuges. Por exemplo, há advogados em Alcalá de Henares que sabemos que eles têm essa qualidade.

1.1 Em caso de divórcio por mútuo acordo

Neste caso, você também precisa de um bom advogado de divórcio para aconselhá-lo
em questões familiares e; o que orienta sua tomada de decisão

Nesse tipo de divórcio, pode ser um pouco mais fácil manter a paz, e o objetivo dos advogados é que ambos os participantes cheguem a um acordo verdadeiro em que ambas as partes estejam muito felizes e satisfeitas. Dessa forma, você evitará que, posteriormente, não tenha a sensação de que seu ex-parceiro tenha se beneficiado do acordo.

2) O advogado deve ter empatia em relação a crianças ou menores

Na maioria das ocasiões, Quando dois sujeitos se separam ou se divorciam, há menores no meio desse relacionamento. Muitas vezes há crianças nascidas dessa relação que agora vai se extinguir.

Esses pequeninos têm interesses e direitos e; particularmente
são os mais prejudicados em uma separação ou divórcio de seus pais pelo
consequências psicológicas que pode ter.

Por esse motivo, o advogado especializado em direito de família deve estar ciente dessa realidade e; ter empatia pelos menorescujos interesses devem ser protegidos de maneira muito especial.

De fato, quando há crianças como resultado desse relacionamento,
advogados vão ter que discutir sobre a custódia de menores.

É necessário buscar as melhores soluções para que os menores possam deixar as menores seqüelas possíveis. Nosso advogado não deve nos deixar levar pela raiva do momento.

Você pode ler neste artigo 8 dicas para manter em mente em um processo de divórcio.


3) Cuidado com posicionamento orgânico e mecanismos de busca

Quando você pesquisa na Internet, você tem que ser claro que quem aparece na primeira posição não precisa ser o melhor advogado; mas apenas uma empresa que faz um bom SEO e conseguiu as primeiras posições nos motores de busca; ou você fez uma campanha SEM e aparece por meio de anúncios na primeira posição.

É bom que você observe alguns detalhes antes de contratar um advogado pelo simples fato de aparecer na primeira posição do Google.

  • Leia bem as opções o que seus clientes têm
  • Pesquise se existem outras plataformas externas que também avaliaram.
  • Analise se você criar confiança. Não é o mesmo um escritório de advocacia que não enfrenta o que faz vídeos no YouTube e todo mundo sabe quem está por trás dessa assinatura.

Por exemplo, no nosso caso, somos muito solidário com os estudantes de direito da UNED, preparando muitos conteúdos para que possam passar seus respectivos exames, compreender o sistema jurídico espanhol e até dar conselhos sobre a profissão jurídica, assessoria jurídica e fiscal. Obviamente, nosso site não é o mesmo de outras empresas, onde não agregam valor aos usuários e nem sequer sabemos quem está se escondendo por trás dessa marca.

Um mais conteúdo dessa empresa de advogados, você será capaz de valorizar e analisar seus princípios valores.

4) É bom que o seu advogado conheça a jurisprudência e doutrina legal
do direito da família

Ao escolher um bom advogado de divórcio, logicamente, você deve procurar alguém que conheça os últimos desenvolvimentos legislativos; bem como a jurisprudência e doutrina científica referente a esse tópico. Em suma, o que é atualizado.

5) O advogado deve agir de acordo com o código deontológico da profissão

A profissão jurídica tem um código deontológico, onde são indicados os princípios e valores da profissão.

É bom que, antes de escolher um advogado para o seu caso, ele esteja em conformidade com este código, em que o respeito pelos clientes e pela profissão é um dos seus principais valores.

Além disso, é importante que este respeito seja mantido em ambos
as conversas como nos escritos. Você nunca deve mostrar hostilidade para com
os opostos, nem fazer uso de palavras malignas ou vexatórias.

Em suma, você deve cultivar o respeito pelos outros e não
provocar hostilidades desnecessárias.

6) Deve promover a harmonia. Outra qualidade para escolher um bom advogado de divórcio

O advogado de sua escolha deve promover o
harmonia com a parte oposta.

Essa qualidade é difícil de manter, mas você sempre pode observar como você trata seus colegas de trabalho, amigos e familiares.

Por exemplo, se você encontrar um escritório
onde todos os seus componentes vão na mesma direção (embora cada um tenha
outro intervalo), você vai se sentir mais apoiado, você vai ganhar maior segurança e
Você confiará melhor em seu advogado.

Graças à tecnologia, você pode observar como os advogados que você deseja selecionar atuam através de redes sociais. Se eles são transparentes ou maltratam as pessoas. Você pode perguntar sobre seu perfil profissional, bem como sua carreira, para ver se suas habilidades correspondem ao que você está procurando.

7) O bom advogado será justo com o seu orçamento

Finalmente, algo que você deve ter muito
presente é o valor que você pagará pelos seus serviços. Normalmente, se um
advogado é empático irá ajustar o seu orçamento, dependendo das circunstâncias pessoais
de cada cliente.

Isso não significa que você deva reduzir seu serviço, mas que você pode facilitar os métodos de pagamento; dividir o mesmo … ou seja, colocar suas próprias circunstâncias para que você possa pagar seu serviço sem ter que renunciar ao melhor serviço, porque você não tem uma disposição econômica imediata.

8) Outras qualidades para manter em mente ao escolher um bom advogado de divórcio

Em última análise, ao escolher um bom advogado de divórcio deve ter em mente que, além de manter a paz, harmonia e respeito pelos outros; uma série de características que detalhamos a seguir:

8.1) Fitness como advogado e pessoa (capacidade de uma pessoa desempenhar adequadamente uma ação ou tarefa):

  • Saber escutar: É uma qualidade que não se aprende na universidade e poucos profissionais realmente a possuem. Saber ouvir é difícil, porque não basta ouvir, mas sim entender e buscar a verdadeira mensagem de comunicação.
  • Que seja encomendado: Pessoas meticulosas e ordeiras tornarão os recursos e escritos mais estruturados do que outro profissional que não tenha essas atitudes. Na advocacia, é fundamental que o advogado guarde todos os arquivos e todos os arquivos e; também tenha sempre em mente os prazos e prazos.
  • Que ele seja eloqüente, um bom orador e um bom comunicador: A comunicação é fundamental no exercício da profissão de advogado. Além disso, é uma ferramenta poderosa para negociar e mediar. Da mesma forma, você deve saber explicar ao seu cliente o que está acontecendo se você recorrer à linguagem técnica de sua profissão.
  • Você deve personalizar seu caso: cada suposição é diferente. Se você reciclar tudo de acordo com outros casos, ele não transmite a segurança ou o compromisso que um advogado deve ter com seus clientes. É importante que o advogado lhe explique em que consistirá o processo e em todas as fases, para que não se sintam desorientados.

8.2) Atitude como advogado e pessoa (é o modo de agir de uma pessoa):

  • Deve ser empático com seu cliente.
  • Ser respeitoso: Tanto com os colegas quanto com os clientes de ambas as partes envolvidas.
  • É colaborativo: Estará aberto para colaborar em tudo o que for necessário para alcançar a melhor solução.
  • Seja flexível: adaptando-se às circunstâncias pessoais e à situação, porque cada caso é diferente.
  • É boa pessoa: Essa qualidade é medida no traço que ela deixa nos outros.
  • Ser honesto e congruente com seus princípios e valores. A honestidade não consiste em dizer a verdade (ser sincero), mas em agir de acordo com princípios e valores, onde entre eles está a busca de integridade e sinceridade. Deve manifestar as possibilidades de sucesso ou fracasso, antes de agir de uma maneira ou de outra.

– Conclusões para selecionar seu advogado que irá administrar seu divórcio

Existem numerosos advogados hoje. Ao selecionar um para o seu caso, você deve escolher um que lhe dê confiança e saiba como ouvi-lo, porque você terá muitos problemas ao longo deste processo; especialmente se a parte contrária não respeitar a tranquilidade e a harmonia que esses casos exigem.

Por esse motivo, faça uma análise minuciosa antes de contratar os serviços de um advogado e; Não se deixe levar apenas porque eles dizem ser especializados nesse assunto.

Também você tem que ter em mente que hoje em dia também existem mediadores familiares Eles vão ajudá-lo a realizar a separação ou o divórcio através de um novo sistema para resolver conflitos, onde as partes contam suas histórias. É bom que, se você optar por este serviço, também contrate um advogado para acompanhá-lo no processo para ajudá-lo legalmente. É um direito que você tem, não desperdice; Acima de tudo, se o mediador não for formado em lei, uma vez que os acordos alcançados podem conter cláusulas opacas que não favoreceriam o fim do conflito.

Como escolher um bom advogado de divórcio?

5 (100%) 2 votos

Enrique Ruiz Prieto

Oi! Eu sou um consultor de trabalho fiscal e marketing digital. Adoro viajar, histórias e histórias, tecnologia, justiça social e empreendedorismo. Se você gosta de tópicos, convido-o a ficar e ler meu blog, onde ensinarei a entender o excitante mundo da lei e o funcionamento das tecnologias digitais.

Resumo

Como escolher um bom advogado de divórcio? | Direito da família

Nome do artigo

Como escolher um bom advogado de divórcio? | Direito da família

Descrição

Não sabe como escolher um bom advogado de divórcio? Nós damos-lhe algumas orientações para que você selecione adequadamente o advogado que levará o seu caso.

Autor

Enrique Ruiz Prieto

Editor

Ruiz Prieto Asesores

Logotipo


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *