A ebriorexia: um novo transtorno alimentar que afeta a juventude

Loading...


A ebriorexia: um novo transtorno alimentar

Atualmente, um dos problemas que afeta especialmente os jovens, é chamado de Ebriorexia (também conhecida como Alcohorexia). Esse comportamento é uma mistura entre alcoolismo e anorexia. Consiste em uma redução significativa de alimentos devido ao alto consumo de álcool. Algo que pode causar sérios problemas de saúde.

Esse novo comportamento entre os jovens, misturando, por um lado, comportamentos típicos do alcoolismo e do outro lado da anorexia, já está sendo estudado pela Associação Americana de Transtornos Alimentares. Na ebriorexia, busca-se substituir o consumo de alimentos com a ingestão de álcool. Também consuma alimentos com um grande consumo de álcool, a fim de causar vômitos ou o que é conhecido como dormência ou purga. Vamos ver com mais profundidade em que consiste este comportamento sério.

O que é Ebriorexia?

Como já destacamos anteriormente, este termo não médico emergiu entre os mais jovens. Refere-se principalmente a uma redução na ingestão alimentar em substituição ao consumo de álcool para compensar as calorias que o corpo necessita. Em outros casos, a comida também é consumida e expelida através do vômito causado pelo álcool.

Quais são as causas da ebriorexia?

Embora esse comportamento ocorra tanto em homens quanto em mulheres, há uma maior prevalência de mulheres jovens em universidades para adquirir esse comportamento, como ocorre com a anorexia. Esse tipo de ação pode ser enquadrado na anorexia ou na bulimia, onde o álcool desempenha um papel de facilitador do vômito e da expulsão de alimentos do corpo. No entanto, a ebriorexia seria típica de pessoas que eles restringem exclusivamente seus hábitos alimentares em vez de álcool.

Jovens com ebriorexia "width =" 1200 "height =" 900 "srcset =" https://psiqueviva.com/wp-content/uploads/Ebriorexia-jovenes.jpg 1200w, https://psiqueviva.com/wp-content/ uploads / Ebriorexia-jovenes-678x509.jpg 678w, https://psiqueviva.com/wp-content/uploads/Ebriorexia-jovenes-326x245.jpg 326w, https://psiqueviva.com/wp-content/uploads/Ebriorexia- jovenes-80x60.jpg 80w, https://psiqueviva.com/wp-content/uploads/Ebriorexia-jovenes-300x225.jpg 300w, https://psiqueviva.com/wp-content/uploads/Ebriorexia-jovenes-768x576. jpg 768w, https://psiqueviva.com/wp-content/uploads/Ebriorexia-jovenes-400x300.jpg 400w "data-preguiçoso-tamanhos =" (largura max: 1200px) 100vw, 1200px "src =" https: / /psiqueviva.com/wp-content/uploads/Ebriorexia-jovenes.jpg

Entre as causas da ebriorexia está o fato de que essas pessoas estão substituindo as calorias dos alimentos por aquelas do álcool. Embora o álcool realmente forneça apenas "calorias vazias", que não fornecem qualquer valor nutricional ou podem ser queimadas pelo corpo. Neste caso, o álcool serve como um "aliado" para controlar a ansiedade de comer.

O que é conseguido com este comportamento é intoxicaçãoporque, ao evitar a ingestão de alimentos, o álcool atinge o intestino delgado e o estômago mais rapidamente. Vamos ver quais são os sintomas que ocorrem com esse comportamento autodestrutivo.

Quais são os sintomas da ebriorexia?

As conseqüências desse tipo de ações, produzidas pelo consumo de álcool com uma diminuição na ingestão de alimentos, podem levar aos seguintes sintomas:

  • Aparição de transtornos do humorComo pode a depressão?
  • Cárie. Quando o estômago está vazio e produz vômito com álcool, o ácido atua como corrosivo para os dentes.
  • Irritabilidade, mudanças de comportamento e instabilidade emocional.
  • Dificuldades para acordar e transtornos do sono.
  • Respiração irregular
  • Confusão e desorientação.
  • Redução na ingestão de nutrientes sempre leva a vários problemas de saúde, como anemia ou falta de vitaminas.
  • Poisonings produzidos por álcool com o estômago vazio.
  • Comportamentos alimentares comportamentais com vômitos e purgantes posteriores produzidos pelo álcool. O que pode desencadear um distúrbio alimentar, como a bulimia.

Pessoas que não sofrem um transtorno alimentar, através deste tipo de comportamento são mais propensos a desenvolvê-lo. Não consumir alimentos enquanto consome grandes quantidades de álcool provoca sérias conseqüências, tanto físicas, psicológicas e emocionais.

Vício através da ebriorexia

O consumo de álcool regular pode desencadear um vício em álcool. A pessoa que fica bêbada regularmente, mesmo nos finais de semana, pode cair gradualmente nesse vício sério, como o alcoolismo.

Esse distúrbio, como vimos, se desenvolve entre distúrbios conhecidos, como bulimia, anorexia e alcoolismo. Sem sofrer nenhum deles pode ser desenvolvido através da ebriorexia. Estamos falando de um novo transtorno ou de um comportamento que pode causar distúrbios conhecidos? Independentemente disso, a realidade é que intervenções efetivas são necessárias para detectar esse comportamento no tempo. Acima de tudo, atenda a setores da população que são mais vulneráveis ​​a esses comportamentos, como jovens universitárias que têm transtornos alimentares e ingerem grandes quantidades de álcool.

Vício em ebriorexia "width =" 1600 "height =" 1177 "srcset =" https://psiqueviva.com/wp-content/uploads/Alcohol-ebriorexia.jpeg 1600w, https://psiqueviva.com/wp-content/uploads /Alcohol-ebriorexia-80x60.jpeg 80w, https://psiqueviva.com/wp-content/uploads/Alcohol-ebriorexia-300x221.jpeg 300w, https://psiqueviva.com/wp-content/uploads/Alcohol-ebriorexia -768x565.jpeg 768w, https://psiqueviva.com/wp-content/uploads/Alcohol-ebriorexia-400x294.jpeg 400w "data-lazy-sizes =" (largura max: 1600px) 100vw, 1600px "src =" https://psiqueviva.com/wp-content/uploads/Alcohol-ebriorexia.jpeg

Tratamento em ebriorexia

Em princípio, como não é um distúrbio oficial, não há diretrizes específicas para o tratamento da ebriorexia. Ao lidar com distúrbios subjacentes diferentes, o O tratamento deve ser dirigido tanto ao problema do vício com o alcoolismo quanto ao do transtorno alimentar. Especialistas de saúde em saúde mental também devem atender a uma possível desordem que está causando esse comportamento. Em qualquer caso, um diagnóstico preciso é necessário a tempo para resolver este problema.

Vários especialistas em saúde alertam que Essas pessoas estão em estado de ansiedade, dor, tristeza e um grande desequilíbrio emocional, o que os leva a usar os comportamentos característicos da ebriorexia. Misturando um vício ao alcoolismo com um distúrbio alimentar para "regular" as emoções que produzem sofrimento e desconforto.

Um dos objetivos básicos do tratamento deve ser que a pessoa afetada aprende a administrar essas emoções de maneira saudável. Já que não se trata apenas de reduzir os sintomas, mas também de ir à causa que causa os comportamentos associados à ebriorexia. Desta forma, trata-se de aprender técnicas e estratégias para lidar com situações difíceis de outra maneira. Fornecer recursos para a recuperação de hábitos saudáveis.

Para tornar o tratamento o mais eficaz possível, tem que ser iniciado no início deste tipo de comportamento disfuncional. Em ordem, há consequências menos sérias para a saúde a longo prazo e podem ser resolvidas a tempo, algo que pode se tornar um distúrbio enraizado que pode até se tornar crônico com o passar do tempo.

Para concluir, recomendamos que qualquer pessoa envolvida nesse tipo de comportamento, contate um profissional especializado o mais rápido possível. Então você pode ter um diagnóstico personalizado e acompanhamento. O tempo é crucial nestes casos para evitar consequências graves para a saúde.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *